Assistência

À Distância

24 Horas

Disponíveis

Google Adwords ou Facebook Ads – em que plataforma investir?

Tanto o Google Adwords como o Facebook Ads são duas plataformas que se destacam bastante quando se procura fazer publicidade digital. Mas é cada vez mais difícil saber qual é a melhor plataforma para investir. Por isso, recomendamos que siga algumas das nossas dicas simples para conseguir tomar a melhor decisão!

Atualmente o Google e o Facebook são os maiores players em termos de publicidade digital. Têm alguns biliões de utilizadores e um conjunto massivo de dados. De facto, ambas as plataformas são gigantes no que diz respeito ao marketing digital que se faz atualmente na internet.

Os seus recursos ajudam as empresas a mostrar anúncios de produtos e serviços aos clientes ideais. De facto, são ótimas maneiras de atrair novos consumidores e também ajudam a rentabilizar websites, blogs, fóruns, etc…

 

plataforma, anúncios, online, publicidade, google, facebook

Fonte: https://pixabay.com/pt/photos/marketing-digital-seo-google-1725340/

 

No entanto, apesar do tamanho do público alvo, e dos recursos de segmentação que o Facebook e o Google Ads têm, muitas pessoas que trabalham com marketing digital, tem dificuldades quando precisam de decidir entre as duas plataformas.

Essa indecisão costuma ser mais evidente nos casos em que só existe orçamento suficiente para anunciar em apenas uma plataforma. Por isso fica a dúvida: em qual investir, Google Adwords ou Facebook Ads?

De facto, podemos dizer que, simplesmente não há uma resposta rápida para isso. Porque tudo depende da sua estratégia de marketing e, principalmente, dos seus objetivos.

Portanto, em vez de tentar sugerir a melhor plataforma, vamos mostrar alguns pontos importantes de cada uma delas. Serão úteis sobretudo para conseguir fazer a escolha mais adequada às necessidades reais da sua empresa.

 

O que são anúncios do Facebook?

O Facebook é uma plataforma de redes sociais bastante poderosa quer para particulares como para empresas. Cerca de 1,6 biliões de pessoas em todo o mundo está ligada a esta empresa online. Por isso os anúncios nesta rede social de Mark Zuckerberg são um bom investimento.

Basicamente, a publicidade no Facebook envolve a criação e execução de campanhas publicitárias utilizando a ferramenta Facebook Ads Manager. Servem sobretudo para atingirem o seu público-alvo com base em diversos dados como, por exemplo:

 

  • a sua localização;
  • os dados do perfil;
  • os dados demográficos;
  • os likes nas páginas.

 

Além disso, também pode escolher onde mostrar os seus anúncios. Tanto pode ser no Facebook, Instagram, Messenger, bem como o tipo de dispositivo de destino (telemóvel, computador, etc).

O Facebook Ads também permite acompanhar e analisar o desempenho das suas campanhas publicitárias de acordo com as suas necessidades de negócio.

Os anúncios do Facebook são eficazes para aumentar o conhecimento e o envolvimento da marca, gerando leads, direcionando tráfego para o seu site, aumentando o alcance do seu conteúdo e criando reconhecimento para os seus próximos eventos.

Portanto, se precisa de construir e consolidar uma marca de negócio ou desenvolver um relacionamento com o seu público, então deve escolher o Facebook Ads por ser a melhor opção para essa estratégia de negócio.

 

plataforma, anúncios, online, publicidade, google, facebook

Fonte: https://pixabay.com/pt/photos/o-facebook-internet-rede-social-1903445/

 

O que é o Google Adwords?

Até 2018 era conhecido como Google Adwords, depois passou a ser chamado de Google Ads e trata-se de uma plataforma de publicidade paga que funciona num sistema de leilão. Basicamente, a publicação dos anúncios depende de uma espécie “leilão”, que acontece sempre que um utilizador realiza uma pesquisa que inclua uma palavra-chave.

Ao criar um anúncio, para “ganhar” os leilões do Google Ads e para que ele apareça a quem pesquisa as palavras-chave escolhidas, tem de otimizar o seu Índice de qualidade e o valor da sua oferta.

Sim, para que o seu anúncio apareça numa melhor posição nos resultados das pesquisas do seu público alvo, é importante otimizar o valor da sua oferta e manter um alto nível de qualidade. Assim, terá mais hipóteses de ser visto pelos seus potenciais clientes.

Além disso, paga por cada clique que os utilizadores fazem no seu anúncio, chamado de sistema pay-per-click, (PPC) ou então paga por cada 1000 visualizações, ou impressões, que o seu anúncio obtém. Habitualmente, o termo utilizado para diferenciar este método de marketing digital com pagamento de anúncios a cada mil impressões é CPM.

Sem dúvida que os anúncios do Google são uma excelente forma de direcionar o tráfego mais qualificado para o seu site ou loja online. Sobretudo se as palavras-chave direcionadas mostram o desejo dos potenciais clientes fazerem uma compra.

Além disso, para quem procura melhorar de forma direta os resultados de vendas, o Google Adwords é a opção mais adequada. Isto porque, com o Google ads consegue uma taxa de conversão muito alta, em comparação com outros tipos de anúncios.

 

plataforma, anúncios, online, publicidade, google, facebook

Fonte: https://pixabay.com/pt/photos/barra-ipad-maquete-o-neg%c3%b3cio-621033/

 

Que tipo de anúncio é melhor para a sua empresa?

Antes de decidir entre anunciar no Facebook e anunciar no Google, os profissionais de marketing e empreendedores devem avaliar algumas questões.

De acordo com os especialistas que consultamos, os profissionais devem começar por avaliar quais são os custos e os recursos de segmentação de cada plataforma.

Para o ajudar com isso, mostramos-lhe a seguir as nossas próprias dicas e conselhos que pode aproveitar para utilizar ao máximo na plataforma que decidir escolher.

 

Anúncios no Google aumentam a intenção de compra

Quando se trata da concretização de vendas, muitos dos nossos utilizadores preferem utilizar o Google Ads.

Basicamente porque é a plataforma que consegue atrai mais tráfego de utilizadores que estão à procura do seu produto ou serviço, com a intenção real de fazer uma compra.

De facto, os utilizadores do Google normalmente têm um alto nível de intenção. Ou seja, se utilizar a plataforma da Google irá conseguir mostrar mais rapidamente os seus produtos ou serviços às pessoas que realmente estão à procura deles. Essas pessoas, potencialmente estão mais propicias a tornarem-se clientes da sua empresa.

 

Anúncios no Facebook selecionam melhor o público alvo

O Facebook tem uma grande vantagem em relação às outras plataformas porque consegue segmentar melhor o público alvo a quem se dirigem os seus anúncios. Como as suas opções são mais granulares e precisas, temos mais controlo sobre quem irá ver os nossos anúncios. Isso faz com que consigamos elaborar melhores estratégias para conseguirmos convencer o nosso público alvo a tornarem-se nos nossos clientes.

Sim, esta rede social tem uma grande quantidade de dados sobre os seus utilizadores, o que permite conhecer o seu perfil, os eventos mais importantes da sua vida, os seus interesses, comportamentos e muito mais.

Basicamente, são dados que ajudam o Facebook a construir um perfil demográfico muito detalhado dos seus utilizadores. Isto para que as empresas que conhecem bem o seu mercado-alvo depois consigam tirar proveito disso.

Ou seja, pode construir os seus anúncios com base nesses dados, para atender aos gostos e resolver problemas mais específicos dos seus clientes, melhorando assim a sua estratégia de vendas.

 

plataforma, anúncios, online, publicidade, google, facebook

Fonte: https://pixabay.com/pt/photos/digitando-computador-homem-849806/

 

Google Ads é melhor quando não conhece o público alvo

Mas é claro, todos os recursos de segmentação do Facebook não irão servir de nada se não souber como segmentar o alvo dos seus anúncios. Infelizmente não consegue descobrir na plataforma dos anúncios do Facebook qual é o seu cliente ideal.

Ou seja, tem primeiro de descobrir o perfil das pessoas quem têm maior probabilidade de comprar o seu produto ou serviço para depois utilizar essa segmentação na criação de anúncios no Facebook que lhe seja mais favorável.

Como já vimos, o Google Ads segmenta principalmente as palavras-chave que as pessoas digitam no mecanismo de pesquisa do Google. Portanto, se utilizar a plataforma da Google, não precisa de saber exatamente quem é o seu público. Ou seja, pode começar logo a publicar os seus anúncios a clientes potencialmente interessados que pesquisaram pelas palavras-chave que definiu.

Mas, por outro lado, se já tem uma marca muito conhecida e uma personalidade muito bem definida, os anúncios no Facebook são mais indicados.

No entanto, se o objetivo principal for a geração de leads e por alguma razão ainda não conseguimos encontrar a nossa “persona” no Facebook, então uma campanha do Google Ads pode ser muito mais eficaz.

 

Qual o tamanho do público nas duas plataformas

Como é evidente, tanto o Facebook como o Google, têm uma enorme audiência em termos globais. Em março de 2020, o Facebook anunciava ter cerca de 1,73 biliões de utilizadores ativos diários e 2,60 biliões de utilizadores ativos mensais.

Não podemos medir o número de utilizadores do Google da mesma maneira, porque não precisamos de ter uma conta do Google para utilizar o mecanismo de busca. No entanto, sabemos que o Google processa mais de 3,5 biliões de pesquisas todos os dias.

Também sabemos que o Facebook é a rede social mais popular em todo o mundo e que o Google detém mais de 90% da participação no mercado de pesquisa em Portugal.

 

  • 69,03% da Pesquisa Google
  • 21,03% de Imagens do Google
  • 2,90% do YouTube
  • 0,80% do Google Maps

 

Portanto, em termos de tamanho do público, não há uma maneira clara de escolher entre as duas plataformas.

O YouTube e o restante do vasto sistema de anúncios multiplataforma do Google podem oferecer melhor alcance quando queremos atingir clientes mais jovens.

 

Qual a melhor plataforma para fazer publicidade?

Muitos profissionais de marketing recomendam testar os anúncios do Google Ads e do Facebook para ver qual tem o melhor desempenho na sua empresa.

Aqueles que apoiam o Facebook, normalmente gostam de elogiar a sua capacidade de gerar reconhecimento da marca e o seu baixo custo.

Os profissionais de marketing que sugerem o Google, normalmente são fãs do gigante da publicidade. Porque, não importa o quão popular o Facebook seja, os clientes com intenção de compra ainda vão ao seu motor de busca favorito para pesquisar e comprar.

O seu poder de redirecionamento e a sua capacidade de anunciar em comunidades mais alargadas da internet também o tornaram um dos favoritos.

Mas a escolha entre o Google Adwords x Facebook Ads deve ser pensada de acordo com os objetivos e interesses da empresa de forma a conseguir realizar mais negócios, vendas e conquistas de novos clientes.

Como referimos ao longo deste artigo, ambas as plataformas podem gerar bons números para os seus negócios. Por isso, avalie os pontos fortes de cada uma delas e como os pode utilizar de maneira complementar e eficiente.

Outra estratégia interessante e eficaz é aproveitar o poder da pesquisa paga e dos anúncios sociais. Além disso, deve utilizar ferramentas que o apoiem na avaliação do retorno de cada campanha.

Então, qual plataforma é que decidiu escolher? Já descobriu o seu público alvo, reviu o seu orçamento com atenção? OK, então está na altura de fazer um pequeno teste nas duas plataformas para ver qual funciona melhor. Só depois disso é que recomendamos que se foque naquela que mais retorno traz ao seu negócio.

 

Tabela de conteúdo

António Almeida

António Almeida

Licenciado em engenharia Informático e Telecomunicações, mestre em Sistemas e Tecnologias de Informação e doutorando em Informática é um apaixonado por todo o tipo de tecnologia. Apostava na troca de informações e acaba de criar uma rede de informáticos especialistas interessados em tecnologia.

PRÓXIMOS ARTIGOS:

ARTIGOS RELACIONADOS:

COMENTÁRIOS E OPINIÕES:

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

AVISO:

Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de carácter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.

×