Assistência

À Distância

24 Horas

Disponíveis

Descubra como acelerar um computador que ficou mais lento

De facto é um problema tão antigo quanto a própria informática. Quanto mais tempo utiliza um computador, mais lento ele se torna. Mas porque será que isso acontece e o que se pode fazer para resolver isso?

A resposta é muito simples, quanto mais peso puser no seu carro, mais tempo ele demora a ir de 0 a 100 km/h. É exactamente o que acontece no mundo digital. Ou seja, quantos mais programas instala no PC, mais peso digital ele tem que carregar e mais lento fica. Muitas das vezes o problema nem passa pelo Windows. O problema são os programas, versões de avaliação, jogos, barras de ferramentas, widgets e whatnots que descarrega e instala ao longo do tempo.

Sim, há poucas coisas mais frustrantes do que um PC que começa a funcionar mais lentamente. O que normalmente acontece é que, compra um novo PC com Windows e ele funciona sem problemas e com rapidez, fazendo tudo o que precisa sem problemas. Depois, gradualmente, o seu PC fica mais lento e mais lento. Até ao ponto de ter de esperar que as aplicações sejam abertas, que os documentos sejam guardados e que o Outlook mostre os emails.

man using MacBook Photo by Jonas Leupe on Unsplash

Porque é que Computador fica lento com o tempo?

De facto, há várias razões para o seu PC fique lento ao longo do tempo. Como todos sabemos, à medida que o tempo passa, o hardware vai melhorando. As atualizações para o Windows e para os drivers e aplicações são criadas para aproveitar essas melhorias. Isso pode fazer com que o hardware mais antigo tenha de se esforçar mais para tentar acompanhar.

Além disso, os discos rígidos, com partes móveis mecânicas que são utilizados centenas de vezes por dia, ficam mais lentos à medida que envelhecem. Mas o hardware antigo está longe de ser o único motivo pelo qual o seu computador com Windows está mais lento.

Conforme referimos no início deste artigo, um grande factor que influencia o desempenho do seu computador é o software que utiliza. Ao descarregar actualizações e instalar novas aplicações, enche o seu disco rígido com todos os tipos de ficheiros. Assim, quanto mais espaço esses ficheiros ocuparem no seu disco rígido, menos espaço terá disponível para memória RAM virtual. Portanto, esse é um dos motivos pelo qual o seu computador pode estar mais lento.

Mas qual é o problema de ter muitas aplicações instaladas?

 

Sim, é verdade, quanto mais software e outros ficheiros tiver no seu computador mais lento ele fica. Isto porque o Windows precisa de mais tempo para conseguir verificar se há actualizações.

Além disso, quanto mais aplicações e outros softwares forem instalados, maior será o registo do Windows. Ou seja, mais tempo o PC demora a localizar os dados necessários que uma aplicação precisa para poder funcionar.

Mas existem muito mais razões para que o seu computador com o tempo ficar mais lento como por exemplo as extensões do navegador. Ou seja, se tiver muitas extensões instaladas no seu navegador da Internet irá tornar o seu computador mais lento. Aliás, na realidade pode ser apenas o navegador que está mais lento. Mas como a maioria de nós gasta grande parte do tempo a trabalhar na Internet parece que todo o PC está mais lento.

 

turned on MacBook Pro Photo by Szabo Viktor on Unsplash

Mais bagagem digital significa menos desempenho

Infelizmente o Windows faz um mau trabalho ao alertar os utilizadores sobre a bagagem digital e os problemas relacionados com isso. Por exemplo não avisa os utilizadores que têm programas instalados no PC que raramente são utilizados e que ​​devem ser removidos. Normalmente só se resolver o problema passado muito tempo. Quando surgem os problemas e as pessoas começam a perguntar-se porque é que o PC está tão lento. Ou então depois de começarem a gritar porque o windows voltou a bloquear novamente.

O espaço do disco influencia o desempenho do computador?

 

Bem, a resposta tanto pode ser sim como não. Sim, porque como referimos antes quantos mais ficheiros tiver mais dificilmente os programas os encontram e maior fica o registo do Windows. Não, porque por instalar um programa no seu computador, em muitos casos, significa apenas que ocupou mais espaço do seu disco rígido. Aliás, isso por si só, raramente tem muito impacto, dado os enormes discos rígidos que existem atualmente.

Por exemplo, o iTunes ocupa cerca de 188 Megabytes do espaço do seu disco rígido, só o programa, sem nenhuma música. Por isso, mesmo um peso pesado como o PhotoShop ocupa apenas 1,8 GBytes. Tendo em conta que a grande maioria dos computadores já tem discos no mínimo com 500 GB, isso representa menos de meio por cento do espaço.

 

São os programas ou os documentos que influenciam o desempenho?

 

Resumindo, a questão da lentidão do computador não está relacionada diretamente com a falta de espaço no disco rígido. Está relacionada sim com a origem dessa falta de espaço. Se o que estiver a ocupar espaço forem documentos ou ficheiros de multimédia, a falta de desempenho não pode ser atribuída à falta de espaço.

Se o que está a consumir o espaço são as dezenas ou centenas de programas instalados então aì sim. Nesse caso o desempenho do seu computador está indiretamente relacionado com a falta de espaço do seu disco rígido. O seu computador vai ter de fazer um esforço extra para para por exemplo procurar actualizações para essas aplicações todas. Além disso o Windows vai ter mais dificuldade em utilizar o seu ficheiro de “registo” por causa da chaves que lhe acrescentaram as aplicações.

 

clear spray bottle Photo by Crystal de Passillé-Chabot on Unsplash

 

Limpar o computador aumenta o desempenho

A verdade é que muitos programas como o iTunes ou o PhotoShop instalam componentes de software que são executados sempre que o computador é ligado. Alguns desses componentes são os processos e os serviços executados em background sempre que o computador arranca. Outros componentes que os programas adicionam são as tarefas de manutenção que programam para serem executadas regularmente.

 

Serviços:

Ligados à aplicação, são responsáveis pelas funcionalidades básicas, como manter os programas atualizados. Por exemplo, o Adobe Reader instalar o Adobe Updater que verifica frequentemente se existem atualizações. Se possui uma placa gráfica NVIDIA, ela instala o NVIDIA Streaming Service que permite transmitir jogos para outros computadores na sua rede doméstica.

De facto é uma funcionalidade que está a ser executada em segundo plano. Mas será que precisa mesmo dessa funcionalidade? Não seria melhor desativá-la se não precisa realmente dela?

Infelizmente este serviços muitas vezes inútil da NVIDIA não é o único infrator. Mostramos a seguir uma pequena lista de serviços ativos num Computador que provavelmente podiam ser desativados para melhorar o desempenho:

Menu de configuração do sistema

 

Tarefas agendadas:

Normalmente são tarefas que são executadas por aplicações em segundo plano, que muitas vezes vêm com o Windows ou outro software que instalamos. No entanto, essas tarefas são utilizadas principalmente para executar ações em horários específicos ou em determinadas situações. Por exemplo, o aplicação Dropbox utiliza uma tarefa agendada para verificar se há atualizações todos os dias às 17h50.

 

Processos de arranque:

São programas adicionais que são iniciados sempre que liga o computador. Tanto os serviços como as tarefas agendadas são executados na maior parte das vezes sem que dê por isso. Os processo que arrancam com o computador tendem a ser mais “visíveis” e muitas vezes aparecem na barra de tarefas:

 

Bandeja do sistema

 

Os exemplos mais populares são os programas como o Skype, DropBox, OneDrive, OneNote e os antivírus. Como aparecem na barra de tarefas normalmente permitem aceder rapidamente às configurações do programa.

Por si só, nenhum desses serviços, tarefas ou processos executados no arranque desaceleram o seu Computador. Mas o efeito cumulativo de adicionar mais e mais itens pode representar um sério prejuízo para o desempenho.

 

As principais consequências disso são:

  1. Menos memória RAM para os processos ativos -> PC mais lento!
  2. Mais stress do Hardware provoca mais calor e consumo de energia -> PC mais lento para evitar o superaquecimento e bateria dura menos tempo.
  3. O Windows® fica mais lento, porque concentra-se nas tarefas em segundo plano e não no que está a fazer.

 

O meu computador está muito lento

Recentemente no Informatico.pt fizemos uma pequena experiência para tentar-mos comprovar a teoria. Instalamos uma grande quantidade de aplicações num PC mais antigo e num mais recente e os resultados foram surpreendentes. Ambos os equipamentos sofreram no seu desempenho com o peso adicional das aplicações. Deixamos a seguir alguns resultados da experiência:

  • Asus Zen ultrabook de 2015: O tempo de arranque passou de 9 segundos para 39 segundos.
  • HP Spectre x360: O jogo Grand Theft Auto V caiu para 25 frames por segundo, em vez dos 30 que tinha inicialmente sem os programas.

Usamos o PCMark que é um programa que testa o desempenho das aplicações de Office e multimídia e os resultados foram muito claros:

No computador mais fraco, a pontuação do PCMark era de 2196 pontos no estado limpo e passou para 901 pontos depois dos programas. Ou seja, perdeu mais de metade do desempenho.

Mas, mesmo nos computadores melhores, ficamos surpreendidos com o impacto que as aplicações tiveram na velocidade, temperatura e duração da bateria. Ao correr o jogo Alienware Area 52 R2 num PC de jogos e num Microsoft Surface Book totalmente configurado, o efeito foi evidente:

 

Três conjuntos de gráficos de barras

Computador mais lento

O gráfico da esquerda mostra os resultados que o peso adicional adicionou 15% ao tempo necessário para aplicar efeitos de filtro a uma foto, de acordo com a ferramenta de teste do PCMark. Não parece muito, para uma única tarefa, certo? Então aplique essa lentidão a tudo o que faz diariamente, tendo em conta que usamos um computador rápido.

 

Computador aquece mais

O gráfico do centro mostra que a temperatura passou de uma média de 29° C em inativo para 35° C, de acordo com o SiSoft Sandra que é uma aplicação de diagnóstico. Isso é devido à atividade ininterrupta do computador. Ou seja o processador e os discos rígidos nunca descansam por estarem constantemente ocupados. De facto é uma situação que stressa o hardware desnecessariamente.

 

Menos autonomia da bateria

O gráfico da direita mostra como a duração da bateria, devido ao aumento da atividade, caiu de 310 minutos para 240 minutos. Isto de acordo com a ferramenta PCMark. O que representa uma perda de autonomia de bateria de mais de uma hora.

 

woman using laptop Photo by Mathilde LMD on Unsplash

 

Como evitar que o computador fique lento

Felizmente, existem algumas coisas que pode fazer para evitar que com o passar do tempo o seu computador fique lento. Ali